sexta-feira, 15 de junho de 2007

Início

Humana demasiado humana postando aqui neste início um tanto desfacelado de uma nova página, eu ainda assim metamorfoseante tal qual chama de vela ao sabor de uma brisa lúdica, de um dedo atrevido ou de um simples sopro de criança.

não me apago assim tão fácil.

3 comentários:

Elliott disse...

O vc eh de onde?

barrosbatera disse...

uma pequena chama, norteada pelo vento, pelo tempo, fazendo cera e moldando nossas vidas...
heheh...
bom início!

Washington disse...

as tres ultimas linhas sao fantasticas!!!!