quarta-feira, 7 de novembro de 2007

. . .

A van vai

O vento vem

E aqui

Aquém

Palavras de memórias

Contextos diluídos

Sentidos reprimidos

O que ser?

A liberdade me comove

O corpo move

E eu me vou

Eu de novo

Nossas doses

Conteúdos de todo dia

Cidade

Agonia

Ainda ainda

Muito, demasiado

Ambígua mulher

Ambígua mulher.

3 comentários:

L-nise disse...

Linda mulher.

L-nise disse...

a van vai e o vento vem...

xD

escreveste isso onde, poeta???

tyagomanfredine disse...

bem introspectivo.....
bj