domingo, 29 de março de 2009

.:As Mulheres:.

Frida Kahlo.

Foi desterritorializante me deparar com as imagens de sangue e paixão. Foi violento e delicioso. Ainda o é. Tanto as imagens como a história dela são apaixonantes... Me encontrei com um quadro de Frida por acaso, algum livro solto numa biblioteca da minha infância (foram muitas as que eu baguncei) trouxe aquela pintura dolorida e bela. Cresci com aquilo, e acabei me encontrando com ela novamente, pesquisando, nada mais por acaso, afinal de contas eu virei mulher e pude compreender muito do que Frida exibia, visceral. Tive aulas de amor com Frida. Tive visões de medo, de coragem, de sonhos... ainda as tenho, sempre que possível.
É mais uma das mulheres. Me sinto bem quando tenho esses encontros, eles só aumentam a concepção que tenho de que nós mulheres temos uma linguagem única em comum, desenvolvida a duras penas.

3 comentários:

Elena disse...

Amo. Com unhas e dentes. Com o ventre eu amo!
Blog de novo.

Moça do Fio disse...

" Eu ando pelo mundo prestando atenção em cores que eu não sei o nome. Cores de Almodóvar, cores de Frida Khalo, cores..." Parafrassei Adriana Calcanhoto para expor o que eu sinto por esta mexicana.

Ela tem uma história belíssima, pinturas maravilhosas... um exemplo de força, de mulher que sabia o que queria.

Frida é sol, mar, chuva, vida.

Beijos.

Lorena A. disse...

amiga, frida. gente boa ela!