quinta-feira, 9 de abril de 2009

"Diversonagem"



Aqueles que se jogam no precipício esperando serem salvos por uma rede invisível, são os mesmos que escrevem poesia sem tê-la vivido e acham medíocre o falar sobre amor.

Eu também escrevo para me ver livre.

2 comentários:

vanessacamposrocha disse...

o amor é sempre bem-vindo no sobe e desce das linhas!

eu e outras de mim disse...

deveras...